Teste de Olhinho

Você sabe o que é o teste do olhinho?

por Dra. Camille Donnabella


Também chamado pelos profissionais de Teste do reflexo vermelho (TRV), é um exame rápido, simples, indolor de baixo custo que deve ser realizado em todos os recém-nascidos.

O objetivo desse teste é detectar precocemente alguns problemas oculares congênitos que podem comprometer o desenvolvimento visual.

O TRV tem três possíveis resultados, o reflexo presente, ausente ou duvidoso. O reflexo presente em ambos os olhos é o resultado esperado nos recém-nascidos saudáveis, o reflexo duvidoso é quando há assimetria evidente ou suspeita do reflexo alterado em um ou ambos os olhos. Se o reflexo for ausente em um ou ambos os olhos ou duvidoso o recém nascido deverá ser encaminhado ao oftalmologista para que seja realizado um exame oftalmológico completo.

Lembrando que o TRV mesmo quando estiver normal não substitui a avaliação oftalmológica que deve ser feita no máximo no primeiro ano de vida de todas as crianças.

O diagnóstico precoce da maioria das doenças que encontramos realizando o TRV permite o tratamento apropriado a tempo de se evitar ou minimizar a deficiência visual e em alguns casos até o risco de vida da criança.

O TRV é realizado pelo pediatra na maternidade antes da alta do recém-nascido. Todos deveriam ser submetidos a esse teste, caso seu filho não tenha realizado é recomendado que se realize o mais breve ainda no primeiro mês de vida. É recomendado também que o teste seja repetido durante as consultas pediátricas seguintes ou sempre que suspeitar de alguma anomalia ocular.

Importante alertar para aqueles bebês e crianças cujos familiares possuam doenças oculares hereditárias que ameacem a visão (retinoplastoma, glaucoma congênito, catarata congênita, altas ametropias), quando houver história de infecção durante a gestação (toxoplasmose, herpes, sífilis, rubéola, citomegalovirus e zika) ou aqueles que apresentam síndromes, devem ser não só avaliados pelo TRV nas consultas de rotina com o pediatra como devem ser encaminhados para avaliação oftalmológica periódica.

O TRV já faz parte do protocolo de atendimento neonatal na maioria dos estados brasileiros, porém alguns ainda não possuem legislação para a realização do teste. Mesmo assim o Ministério da Saúde recomenda o reste como parte do exame neonatal e das consultas pediátricas de rotina, pelo menos duas a três vezes ao ano nos três primeiros anos de vida.

O TRV é garantido pelo SUS assim como o encaminhamento para diagnostico e conduta em uma unidade especializada. Igualmente a Agencia Nacional de Saúde Suplementar garante a cobertura obrigatória do teste no rol de procedimentos oferecidos pelas operadoras de planos de saúde.

O seu bebê tem o direito de realizar o teste do olhinho ainda na maternidade, pergunte sobre o teste para o seu pediatra, tire suas dúvidas e não deixe de procurar um oftalmologista ainda no primeiro ano de vida do seu filho.

Dra. Camille Donnabella


Residente de Pediatria
R. Bartolomeu Peranovich, 274
Centro, Atibaia - SP, 12940-610
(11) 4412-2525