Dentes

Nascimento dos dentes do bebê causa febre?

por Dra. Camille Donnabella


Quem aqui nunca ouviu quando o bebê está com febre que o causador pode ser o nascimento dos dentes?

Saiba que essa afirmação não é verdadeira e além disso, ainda pode mascarar outras infecções que precisam ser investigadas. Uma criança que apresente febre alta (maior que 38 graus), desconforto grande para comer ou não quer se alimentar, nem beber água e isso se arrasta por alguns dias, deve-se procurar atendimento pois o aparecimento dos dentes pode causar um leve desconforto e irritação mas não febre alta. A sensação das crianças é semelhante com que os adultos sentem quando nasce o dente do siso.

Mas de onde vem a relação da febre com os dentes?


A dentição se inicia por volta dos 6 ou 7 meses, juntamente com a fase em que as crianças começam a pegar os objetos com as mãos e colocar na boca, o que pode gerar uma infecção e isso sim gerar a febre alta. Esse período também coincide com o fim da licença maternidade, ou seja, muitas crianças nesse período passam a freqüentar creches ou casas com outras crianças o que as tornam mais vulneráveis a crontrair doenças virais, que tem como principal sintoma a febre!

E é também por volta dessa idade que as crianças passam a ter alimentos sólidos incluídos na dieta, e então o sistema digestivo começa a se adaptar aos novos alimentos e isso pode gerar alterações na consistência e na regularidade das fezes, que não tem nada a ver com os dentes, porém muitas mães relacionam com o aparecimento deles.

O fato de algumas crianças começarem a babar mais do que o normal nessa fase também não está diretamente ligada ao inicio da dentição, apenas outra “coincidência”, pois os bebês já nascem com as glândulas salivares prontas porem elas so amadurecem por volta dos 5 ou 6 meses de idade, o que altera a viscosidade e aumenta a produção, juntamente com a introdução alimentar onde se inicia o processo de mastigação e por estímulo também aumenta o fluxo salivar, sem relação nenhuma com o aparecimento dos dentes.

Como já dito, a irrupção dos dentes pode gerar um leve desconforto e irritação, apenas!

E como podemos então aliviar esses sintomas?


O uso de mordedores é ótimo pois ajudam a criança a coçar a gengiva, alguns modelos ainda podem ser colocados na geladeira o que ajuda a amenizar a dor. O uso de anestésicos, mesmo que em baixas concentrações como os que são encontrados em pomadas tópicas, não são recomendados pela Sociedade Brasileira de Pediatria, pois podem causar efeitos adversos, alem de funcionarem por alguns minutos apenas e a irritação dura cerca de três a cinco dias.

Mesmo que o seu bebê esteja irritado não deixe de escovar o dente da criança, pois a falta de limpeza pode levar a infecções e problemas ainda maiores.

Fiquem atentos a todas essas novidades nessa faixa etária, tire suas dúvidas com o pediatra e tenha paciência com os novos dentinhos do seu bebê.

Dra. Camille Donnabella


Residente de Pediatria
R. Bartolomeu Peranovich, 274
Centro, Atibaia - SP, 12940-610
(11) 4412-2525