Leite Materno

Aleitamento materno

por Dra. Camille Donnabella


Hoje vou falar sobre algumas questões relacionadas ao aleitamento materno, porém esse assunto é bem vasto e ainda falaremos muito sobre ele.

O leite materno é um alimento que ajuda no desenvolvimento da criança e protege sua saúde. Ele é ideal para todos os bebês pois supre todas as necessidades nutricionais até o seis meses de idade, sem necessidade de ser complementado com qualquer outro alimento ou água, e além disso evita problemas como a desnutrição.

O leite materno deve ser oferecido logo após o nascimento, dentro da primeira hora de vida do recém-nascido, pois o contato precoce da criança com mãe e a estimulação sensorial da mama ajudam a consolidação do reflexo de sucção, com abreviação do tempo de apojadura (descida do leite) e fortalecimento do vinculo mãe-filho, ou seja, o fato do seu bebê ser colocado para mamar logo apos o nascimento faz com que seu leite desça mais rapidamente.

Durante os primeiros dias esse leite é chamado de colostro, um leite que sacia o bebê e oferece grande proteção contra infecções, também dizemos que o colostro é a primeira vacina que o bebe recebe de tantos benefícios para a imunidade que ele apresenta.

O leite humano, da mãe sadia e bem nutrida, não apenas proporciona proteção contra infecções e alergias, como também estimula ao desenvolvimento do sistema imunológico, a maturação dos sistemas digestório e neurológico, como também desenvolve o vinculo mãe-filho, que fará desta união um processo de nutrir também o psiquismo de ambos. Além disso a amamentação favorece o desenvolvimento dos ossos e fortalece os músculos da face, facilitando o desenvolvimento da fala, regulando a respiração e prevenindo problemas na dentição.

Já vimos que o leite materno oferece diversos benefícios para o bebê, mas qual a melhor forma de ofertar o leite? Você sabe?

O bebê deve mamar sob livre demanda, ou seja, todas as vezes que quiser, sem horários ficos ou determinados. Depois de ele esvaziar o primeiro peito, a mãe deve oferecer-lhe o segundo; o completo esvaziamento da mama assegura a manutenção do estimulo de produção do leite. O tempo de esvaziamento da mama é variável para cada criança, algumas conseguem faze-lo em poucos minutos e outras em até 30 minutos. Após a mamada, colocá-lo de pé no colo, quando ele poderá ou não arrotar.

Agora sabendo um pouco sobre os muitos benefícios do leite materno, espero que vocês tenham se convencido do quão importante seu leite é para o seu bebê.

Dra. Camille Donnabella


Residente de Pediatria
R. Bartolomeu Peranovich, 274
Centro, Atibaia - SP, 12940-610
(11) 4412-2525