Dor de Crescimento

E ai? Vocês sabem o que são as chamadas dores de crescimento?

por Dra. Camille Donnabella


Normalmente são dores noturnas recorrentes, crônicas, autolimitadas e são benignas, acometendo cerca de 10-20% das crianças. Mas a verdade é que não existe relação nenhuma com a fase de crescimento físico, porém o termo se manteve e é muito usado, ajudando a diferenciar de uma série de outras condições que também geram dor em crianças. Por isso que deve ser informada para o pediatra, para que se possa excluir outras causas e ai então fechar o diagnóstico de dor de crescimento.

E quais são os sintomas, Dra?

Normalmente as dores se iniciam entre 3 e 6 anos, normalmente de forma bilateral (nas duas pernas) e localizada na parte anterior da coxa, canelas, panturrilhas e atras do joelho. Também é mais comum que essas dores se iniciem a noite ou durante a madrugada, podendo dor a ponto da criança chorar. Porém quando amanhece, a criança amanhece totalmente normal e sem dor. Também não é comum que a dor aconteça todos os dias, ok?

A parte física da criança permanece normal quando ela apresenta dor de crescimento, por isso caso ela tenha articulações inchadas, massas palpáveis, dor ao movimento de membros ou quando você palpa, é necessário a avaliação do pediatra para entender a necessidade de realizar exames laboratoriais e de imagens em busca de outras causas para a dor.

E como proceder quando meu filho estiver com dor de crescimento?

Normalmente quando a criança apresenta essa dor, massagens costumam aliviar bem, cerca de 95% das crianças apresentam melhora, já outras precisam do uso de analgésicos ou antiinflamatório pois apresentam crises mais demoradas. Não é frescura!

Lembre-se sempre de consultar o pediatra para que ele possa avaliar e tirar todas as dúvidas, assim vocês se sentem mais seguras em relação a dor do seu filho.

Espero ter ajudado, até a próxima!

Dra. Camille Donnabella


Residente de Pediatria
R. Bartolomeu Peranovich, 274
Centro, Atibaia - SP, 12940-610
(11) 4412-2525